Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 175 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 175 (October 2017)
P‐239
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.240
Open Access
ABDÔMEN AGUDO OBSTRUTIVO POR VÓLVULO DE CÓLON TRANSVERSO: RELATO DE CASO
Visits
...
Diego Palmeira Rangel, Isaac José Felippe Corrêa Neto, Alexander de Sá Rolim, Ângelo Rossi da Silva Cecchini, Anderson de Almeida Maciel, Hugo Henriques Watte, Laercio Robles
Hospital Santa Marcelina, São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: O volvo do cólon transverso permanece uma entidade médica rara nas revisões bibliográficas de oclusão do cólon (1%), é frequentemente excluído do diagnóstico diferencial. Está contudo associado a morbidade e mortalidade superior comparativamente aos mais frequentes volvos do ceco e do sigmoide, necessita de diagnóstico rápido e intervenção cirúrgica urgente. Em revisão bibliográfica na literatura, demonstraram‐se 72 casos publicados de vólvulo de cólon transverso.

Descrição do caso: Paciente de 34 anos, feminino, com história de dor tipo cólica progressiva havia três dias, irradiação para dorso, associada a náuseas e vômitos. Buscou atendimento em unidade de emergência de hospital terciário, apresentou‐se ao exame físico normocorada, eupneica, afebril, com abdômen distendido, com ruídos hidroaéreos diminuídos e dor à palpação difusa, sem sinais de irritação peritoneal. Fez radiografia de abdômen que nevidenciou dilatação difusa de alças, principalmente em topografia de flexura esplênica e hepática, com níveis hidroaéreos em alças de delgado. Fez tomografia de abdômen com evidência de dilatação colônia importante no nível do cólon transverso, foi observado na altura das artérias renais enovelamento/torção dos vasos mesentéricos (whirl sign). Paciente foi submetida a laparotomia exploradora e foram identificados 500mL de líquido citrino livre em cavidade abdominal e torção de cólon transverso sobre o próprio eixo em 720 graus, com obstrução em alça fechada, com sinais de sofrimento fixo de alça, foram feitas transversectomia e colostomia terminal com sepultamento de coto distal de cólon descendente. Anatomopatológico evidenciou necrose e hemorragia segmentar e parcial parietal do cólon transverso. Paciente em seguimento atual ambulatorial com equipe de coloproctologia com manometria anorretal sem alterações esfincterianas e com reflexo inibitório retoanal presente.

Conclusão: A intervenção cirúrgica no vólvulo de cólon transverso geralmente se impõe, em sua grande maioria com ressecção colônica, considerando as altas taxas de recorrência da volvulação.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools