Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 18-19 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 18-19 (October 2018)
P124
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.040
Open Access
ABORDAGEM DA DOENÇA DE PAGET PERIANAL EXTENSA E EXCLUSIVA: PAPEL DO TRATAMENTO MEDICAMENTOSO E CIRÚRGICO
Visits
...
Thaisa Barbosa da Silvaa,b, Luciana Maria Pyramo Costaa,b, Bruno Giusti Werneck‐Cortesa,b, Marcelo Giusti Werneck Cortesa,b, Guilherme Augusto Alves do Carmoa,b
a Hospital Lifecenter, Belo Horizonte, MG, Brasil
b Hospital Militar de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil
Article information
Full Text

A doença de Paget extramamária é uma condição neoplásica incomum, observada principalmente em áreas com numerosas glândulas apócrinas e écrinas. A doença acometendo exclusivamente a região perianal, sem envolvimento vulvar (local mais comum na mulher) é muito rara. Os dados da literatura são escassos, o que torna o tratamento dessa apresentação um desafio. Relatamos o caso de uma paciente de 79 anos, com lesão eritematosa em placa, levemente espessada, com áreas de erosão úmida envolvendo as regiões perianal (maior extensão) e perineal. A queixa inicial da paciente foi prurido intenso e persistente e dor local.

Realizada biópsia da lesão para confirmação diagnóstica e posterior estadiamento completo, sem identificar a doença em outros órgãos. Optado por iniciar o uso tópico de Imiquimod (três vezes por semana, durante 16 semanas) por causa da idade avançada e presença de co‐morbidades. Como não houve regressão da lesão, foi indicado o tratamento cirúrgico, com ressecção completa da doença e rotação de retalho extenso em v‐y. A paciente evoluiu com deiscência parcial do retalho, sendo optado por tratamento conservador, apenas com curativos locais. Após três meses, houve cicatrização completa da ferida operatória, sem prejuízo funcional e estético. Os autores concluem que o uso do imiquimod pode ser uma opção nos pacientes com risco cirúrgico elevado, mas o tratamento cirúrgico torna‐se fundamental nos casos refratários.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools