Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 95 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 95 (October 2018)
P61
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.204
Open Access
ADENOCARCINOMA DE CÓLON DIREITO E MUCOCELE SINCRÔNICA EM APÊNDICE
Visits
...
Malú Aeloany Dantas Sarmento, Thales Carvalho de Lima, Tiago Cunha Oliveira, Valesca de Souza Ueoka Sobreira, Hélio Moreira Júnior, José Paulo Teixeira Moreira
Santa Casa de Misericórdia de Passos, Passos, MG, Brasil
Article information
Full Text

A mucocele de apêndice é um termo inicialmente descrito por Rokitansky em 1842 e formalmente denominado por Feren em 1876, que define o aumento do apêndice cecal pela produção e acúmulo intraluminar de muco, devido a alterações da camada mucosa e muscular. Em 1940 Woodruff e Mc Donald determinaram a classificação das mucoceles em benignas e malignas. É uma entidade rara e geralmente tem seu diagnóstico feito no período intraoperatório, Paciente do gênero masculino, pardo, 82 anos, deu entrada no Serviço de Coloproctologia com queixa de vários episódios de enterorragia, anemia e inapetência, foi submetido à colonoscopia e evidenciado lesão vegetante em cólon ascendente, realizado biópsias e confirmado adenoCarcinoma, seguido protocolo de estadiamento e encaminhado à cirurgia curativa. Durante a inspeção da cavidade, foi encontrado o apêndice cecal de aspecto cístico, bastante aumentado de volume, discretamente aderido ao ceco e base livre de aproximadamente 4cm, além da lesão cancerosa estenosante em cólon ascendente. Após nova inspeção detalhada da cavidade e não sendo encontrado nenhuma alteração ou sinais de implante de mucina, foi feita a proteção da parede abdominal, e realizado hemicolectomia direita com anastomose íleo‐transverso primária mecânica látero‐lateral, segundo a técnica padronizada, devido a não existência de infiltração tumoral, linfonodomegalia ou qualquer tipo de comprometimento na base do apêndice. O exame macroscópico, da peça cirúrgica, revelou um apêndice cecal dilatado, medindo 9,5×4cm, superfície externa acastanhada, lisa, brilhante, observando‐se dilatação cística preenchida por conteúdo brancacento e de aspecto mucóide. A microscopia mostra que se trata de cistoadenoma mucinoso do apêndice cecal sem evidências de malignidade histológica, além de confirmar Adenocarcinoma invasivo em cólon, sem comprometimento linfonodal O paciente evoluiu bem na enfermaria sem queixas e sem intercorrência obtendo alta hospitalar no 4° dia de pós‐operatório.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools