Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 114 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 114 (October 2018)
TL01
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.245
Open Access
ANÁLISE DOS FATORES RELACIONADOS AO ANATOMOPATOLOGICO ‐ TNM DOS PACIENTES CIRÚRGICOS OPERADOS PELO SERVIÇO DE GASTROCIRURGIA: LEVANTAMENTO EM AMOSTRA DE POPULAÇÃO PREVALENTEMENTE IDOSA
Visits
...
Izabella Cristina Cristo Cunhaa,b, Fernanda Mielotti a Silvaa,b
a COLIC, São Paulo, SP, Brasil
b Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: O câncer de intestino faz‐se cada vez maior na população idosa.

Objetivo: Analisar o perfil epidemiológico dos anatomopatológicos provenientes de pacientes operados por câncer de intestino pelo serviço de Gastrocirurgia.

Métodos: Análise retrospectiva dos pacientes operados pelo serviço de 2008 a 2013. Estabeleceu‐se: idade, data da cirurgia, tipo de cirurgia, tipo histológico, tamanho, margens, número de linfonodos estudados, número de linfonodos da peça e estadiamento TNM. Incluídos apenas casos com intenção curativa, totalizando 440 pacientes.

Resultados: A média de idade de 66,5 anos. Tipo de cirurgia, a maioria retossigmoidectomias, 50%, seguidas de colectomia direita 27%, amputação abdominoperineal e exenterações pélvicas, 6% cada. O tipo histológico mais comum adenocarcinoma (97,7%), moderadamente diferenciado (83,41% do total) seguido de carcinoma epidermóide 0,9% e neuroendócrino 0,7% dos casos. Tumores com mucina presente em 19,5%. O índice de remissão patológica nos tumores retais submetidos a quimiorradioterapia prévia de 2%. Avaliando‐se o estadio T, os tumores T3 foram os mais comuns (62%), seguidos de T2 (23%). O estadio N mais comum foi N0 (56%), segundo AJCC 6a edição. Aplicando‐se os princípios de N1C da 7a edição do AJCC, este índice cai para 51% dos casos, representando estimativamente 5% dos pacientes com possível conduta modificada. A média de linfonodos foi de 13,33, com 92% de margens livres. A média aritmética da menor margem foi de 6,77cm, que quando ponderada, cai para 5,67cm, visto o maior número de retossigmoidectomias. O maior volume tumoral foi encontrado nas exenterações pélvicas e colectomias totais, respectivamente 6,05cm3 e 6,36cm3, seguidos dos tumores de colón direito 5,74cm3. Em 11% possuíam polipose associada em outras porções. Havia segundo tumor primário em 1%. Em 14 pacientes foram encontradas metástases correspondendo a 0,3% dos casos.

Dicussão: Dados extraídos para estabelecimento de uma amostragem inicial, conhecimento primário e registro geral do serviço, sendo necessário a análise de sobrevida global para melhor estudo prognóstico.

Conclusão: Os pacientes em sua maioria idosos, portadores de adenocarcinoma moderadamente diferenciado de retossigmóide, Estadio 2. Os dados de sobrevida estão em andamento até o presente. As peças ressecadas possuíram as margens viáveis e baixos índices de metástases, inferindo altos índices de ressecabilidade efetiva ser comprovada em novos estudos.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools