Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 114 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 114 (October 2018)
TL01
Open Access
ANÁLISE DOS FATORES RELACIONADOS AO ANATOMOPATOLOGICO ‐ TNM DOS PACIENTES CIRÚRGICOS OPERADOS PELO SERVIÇO DE GASTROCIRURGIA: LEVANTAMENTO EM AMOSTRA DE POPULAÇÃO PREVALENTEMENTE IDOSA
Visits
1278
Izabella Cristina Cristo Cunhaa,b, Fernanda Mielotti a Silvaa,b
a COLIC, São Paulo, SP, Brasil
b Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), São Paulo, SP, Brasil
This item has received

Under a Creative Commons license
Article information
Full Text

Introdução: O câncer de intestino faz‐se cada vez maior na população idosa.

Objetivo: Analisar o perfil epidemiológico dos anatomopatológicos provenientes de pacientes operados por câncer de intestino pelo serviço de Gastrocirurgia.

Métodos: Análise retrospectiva dos pacientes operados pelo serviço de 2008 a 2013. Estabeleceu‐se: idade, data da cirurgia, tipo de cirurgia, tipo histológico, tamanho, margens, número de linfonodos estudados, número de linfonodos da peça e estadiamento TNM. Incluídos apenas casos com intenção curativa, totalizando 440 pacientes.

Resultados: A média de idade de 66,5 anos. Tipo de cirurgia, a maioria retossigmoidectomias, 50%, seguidas de colectomia direita 27%, amputação abdominoperineal e exenterações pélvicas, 6% cada. O tipo histológico mais comum adenocarcinoma (97,7%), moderadamente diferenciado (83,41% do total) seguido de carcinoma epidermóide 0,9% e neuroendócrino 0,7% dos casos. Tumores com mucina presente em 19,5%. O índice de remissão patológica nos tumores retais submetidos a quimiorradioterapia prévia de 2%. Avaliando‐se o estadio T, os tumores T3 foram os mais comuns (62%), seguidos de T2 (23%). O estadio N mais comum foi N0 (56%), segundo AJCC 6a edição. Aplicando‐se os princípios de N1C da 7a edição do AJCC, este índice cai para 51% dos casos, representando estimativamente 5% dos pacientes com possível conduta modificada. A média de linfonodos foi de 13,33, com 92% de margens livres. A média aritmética da menor margem foi de 6,77cm, que quando ponderada, cai para 5,67cm, visto o maior número de retossigmoidectomias. O maior volume tumoral foi encontrado nas exenterações pélvicas e colectomias totais, respectivamente 6,05cm3 e 6,36cm3, seguidos dos tumores de colón direito 5,74cm3. Em 11% possuíam polipose associada em outras porções. Havia segundo tumor primário em 1%. Em 14 pacientes foram encontradas metástases correspondendo a 0,3% dos casos.

Dicussão: Dados extraídos para estabelecimento de uma amostragem inicial, conhecimento primário e registro geral do serviço, sendo necessário a análise de sobrevida global para melhor estudo prognóstico.

Conclusão: Os pacientes em sua maioria idosos, portadores de adenocarcinoma moderadamente diferenciado de retossigmóide, Estadio 2. Os dados de sobrevida estão em andamento até o presente. As peças ressecadas possuíram as margens viáveis e baixos índices de metástases, inferindo altos índices de ressecabilidade efetiva ser comprovada em novos estudos.

Idiomas
Journal of Coloproctology
Article options
Tools