Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 67-68 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 67-68 (November 2019)
626
Open Access
Associação de neoplasia de cólon e de mama em paciente jovem ‐ um caso de síndrome de li‐fraumen
Visits
...
P.I. Calegari, C.P. Oliveira, B.I. Silva, A. Nasser Junior, M.A.D. Sarmento, H. Moreira Junior, J.P.T. Moreira, N.M.C. Guimarães
Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, GO, Brasil
Article information
Full Text

Área: Doenças malignas e pré‐malignas dos cólons, reto e ânus

Categoria: Relatos de caso

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): Apresentar um caso sobre Síndrome de Li‐Fraumeni e a importância de aconselhamento genético e tratamento precoce na cura.

Descrição do caso: paciente do sexo feminino, de 27 anos, acometida por neoplasia de mama, com um histórico familiar representado por diversos parentes de primeiro e segundo grau também acometidos por neoplasias de partes moles, linfoma, leucemia, e tumores intestinais. A mesma foi submetida a avaliação oncogenética, e pesquisa anatomopatológica e imuno‐histoquímica de biópsia de tumor de mama, cujos resultados apontaram positividade para receptores hormonais HER2 +3, RE em 70%, RP em 30%, KI67 em 70%, e teste de mutação confirmada para TP53. A paciente foi submetida a exames complementares, sendo identificado metástase hepática e pulmonar, além de neoplasia em reto inferior e colón transverso, cujo anatomopatológico destes últimos confirmou adenocarcinoma. Após discussão multidisciplinar, foi optado por tratamento cirúrgico das neoplasias colorretais, visto que a Síndrome de Li‐Fraumeni evolui com mutação caso paciente seja submetido a radioterapia. Ela foi submetida a Proctocolectomia total com ressecção transanal através de plataforma laparoscópica e abdominal videolaparoscópica, complementada com bolsa ileal e anastomose desta com ânus, associado a ileostomia protetora em alça. Após 12 semanas, foi realizado fechamento de ileostomia em alça, sem intercorrências. A paciente segue em acompanhamento com Mastologia e Oncogenética, em tratamento quimioterápico.

Discussão e Conclusão(ões): A Síndrome de Li‐Fraumeni é uma condição rara, autossômica dominante, cuja manifestação se apresenta através de neoplasias primárias de surgimento precoce. Devido mutação no gene p53, responsável por identificar alterações no processo de replicação e formação celular levando‐as a apoptose, as pessoas acometidas ficam suscetíveis a inúmeros tipos de neoplasias.É fundamental nesses pacientes o rastreio oncológico, aconselhamento genético e familiar, pois as manifestações costumam ocorrer antes dos 30 anos. Em tempo hábil, é possível detectar tais manifestações neoplásicas com possibilidade de cura como o caso apresentando.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools