Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 135 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 135 (October 2018)
TL39
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.291
Open Access
AVALIAÇÃO DO ESTRESSE DE RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO NA MUCOSA INTESTINAL DE PACIENTES COM DOENÇA DE CROHN
Visits
...
Bruno Rodrigues Lima, Livia Bitencourt Pascoal, Andressa Coope, Maria de Lourdes Setsuko Ayrizono, Michel Gardere Camargo, João José Fagundes, Raquel Franco Leal
Laboratório de Investigação em Doença Inflamatória Intestinal, Serviço de Coloproctologia, Faculdade de Ciências Médicas (FCM), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: O retículo endoplasmático (RE) é responsável pela síntese e processamento de proteínas secretoras e de membrana. As proteínas incapazes de adotar o estágio de conformação adequado são impedidas de sair do RE e são encaminhadas para a via de degradação, levando ao estresse do RE (ERE). Estudos de associação gênica e de meta‐análise mostram que o ERE possivelmente se correlaciona com a patogenia da doença de Crohn (DC).

Objetivo: Investigar a ocorrência do ERE em mucosa intestinal de pacientes com DC, e avaliar o efeito de um inibidor químico sobre sua ativação.

Casuística e método: Foram coletadas biópsias por colonoscopia da mucosa intestinal de pacientes com DC (grupo DC) e pacientes sem doenças inflamatórias intestinais (grupo controle). Realizou‐se cultivo celular para avaliação do ERE e sua potencial resolução com inibidor químico. Realizaram‐se testes não paramétricos para a análise estatística, com significância quando p<0,05. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa local.

Resultados: Foram coletadas amostras de 10 pacientes com DC em atividade (CDEIS ≥ 5) e de 4 controles. Após 6h de tratamento em cultura, foi observada uma diferença significativa na ativação das vias PERK e IRE‐1 no grupo DC. O tratamento com inibidor químico levou a uma diminuição significativa na expressão dos genes responsáveis pela ativação das vias.

Conclusão: A ativação das principais vias do ERE sugere um papel na manutenção do processo inflamatório na DC. O uso de um inibidor químico mostrou ser eficaz ao diminuir significativamente a ativação do ERE.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools