Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 233-234 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 233-234 (November 2019)
323
Open Access
CIRURGIA DE ALTEMEIER: ADAPTAÇÕES E VARIAÇÕES TÉCNICAS
Visits
...
D.F. Santos, S.H.C. Horta, S.D.F. Boratto, F. Bálsamo, M.C. Rodrigues, D.F. Santos, R.L.G. Slaibi
Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), Santo André, SP, Brasil
Article information
Full Text

Área: Doenças Anorretais Benignas

Categoria: Pesquisa básica

Forma de Apresentação: Vídeo Livre

Objetivo(s): Descrever e demonstrar adaptações a técnica original da Cirurgia de Altemeier (retossigmoidectomia perineal) em paciente com procidência de reto.

Descrição da técnica: 1- Paciente em posição de litotomia sob raquianestesia e sedação; 2- Antissepsia com solução de clorexidine alcóolico; 3- Assepsia e colocação de campos cirúrgicos estéreis; 4- Inspeção: procidência retal de aproximadamente 10cm, pregas circulares e orifício central em imagem de cone truncado redutível. Observado pólipo séssil de aproximadamente 3cm de diâmetro na alça procidente; 5- Após redução da procidência, realizado toque retal: esfíncter hipotônico; ausência de irregularidades da mucosa ou tumorações; 6- Realizados pontos circunferenciais de fixação da borda anal a pele glútea com algodão 3-0 para exposição completa da margem anal; 7- Demarcação com eletrocautério seguido da camada mucosa externa 1cm abaixo da linha pectínea com exposição da submucosa; 8- Identificação da camada muscular externa seguido de secção da mesma e do reto com eletrocautério apresentando intussuscepto anterógrado envolto em peritônio; 9- Dissecção do intussuscepto da bolsa herniária peritoneal com exteriorização completa do sigmoide e mesosigmoide; 10- Ligadura escalonada do mesocólon e mesorreto com algodão 2-0; 11- Secção do sigmoide com bisturi frio ao nível do canal anal e retirada da peça cirúrgica contendo sigmoide e reto; 12- Realizados pontos de reparo do esfincter anal interno com algodão 3-0; 13- Realizada anastomose coloanal com pontos simples separados de algodão 3-0 em dois planos: 13.1 Primeiro plano englobando camadas seromuscular do cólon abaixado e músculo esfíncter anal interno; 13.2 Segundo plano muco-mucoso com sutura contínua utilizando poliglactina 3-0; 14- Revisão de hemostasia; 15- Curativos.

Discussão e Conclusão(ões): A cirurgia de Altemeier é a técnica perineal para correção da do prolapso retal mais utilizada e originalmente é composta dos seguintes tempos: o reto redundante é exteriorizado através do canal anal utilizando pinça Allis; a linha pectínea é identificada e é infundida solução de epinefrina na submucosa para diminuir o sangramento; uma incisão completa de todas as camadas do reto é realizada 1-2cm abaixo da linha pectínea; a dissecção continua proximalmente ao reto separando o reto do mesorreto e ligando os ligamentos de fixação a pelve até entrar dentro da cavidade peritoneal; depois de assegurar que todo o reto redudante foi exteriorizado, o mesmo é transeccionado ao nível da transição retossigmoide; uma anastomose colonanal é confeccionada em camada única com pontos não absorvíveis; é realizado uma pexia muscular dos músculos elevadores do ânus. Em nosso caso a técnica cirúrgica foi modificada pois realizamos pontos de fixação e reparo do canal anal a pele para melhor exposição, nossa dissecção se extendeu até o sigmoide proximal com ligadura do mesossigmoide e optamos pela realização da anastomose em dois planos para assegurar melhor reconstituição anatômica e evitar que a mucosa colônica ficasse redundante na anastomose.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools