Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 118 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 118 (October 2018)
TL10
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.254
Open Access
DESCRIÇÃO DE MODELO DE CAMPANHA DE RASTREAMENTO DE CÂNCER COLORRETAL PARA IMPLEMENTAÇÃO INSTITUCIONAL
Visits
...
Lílian Vital Pinheiro, Daniéla de Oliveira Magro, Lila Lea Cruvinel, Tânia Maria Granzotto, Michel Gardere Camargo, Carlos Augusto Real Martinez, Cláudio Saddy Rodrigues Coy
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Objetivo: Descrever a implementação da campanha de orientação e rastreamento de câncer colorretal de uma universidade.

Materiais e métodos: O programa de rastreamento de câncer colorretal foi dirigido a alunos, funcionários e docentes com idade superior a 50 anos, por meio de teste de sangue oculto imunoquímico.

Resultados: Idealizada em 2010, com estudo piloto em quatro unidades em 2011 e implantação em 2012, sob a coordenação do Centro de Saúde da Comunidade e apoio institucional da Reitoria e da Faculdade de Ciências Médicas. As bases da Campanha foram assim estabelecidas: identificação do público alvo (aproximadamente 5000 pessoas/ano); criação de um banco de dados para fins de acompanhamento; realização de palestras de orientação sobre o câncer colorretal nas unidades. Funcionários‐colaboradores das unidades foram selecionados para a divulgação local e distribuição dos testes. Leitura e acompanhamento pós‐teste; colonoscopias no serviço para os casos positivos e tratamento cirúrgico no Hospital de Clínicas foram disponibilizados.

Conclusões: A campanha é viável e reprodutível para outros centros tendo em vista os benefícios de diagnóstico precoce de câncer e remoção de pólipos. Deve haver conscientização e educação continuadas, com estratégias diversificadas, bem como financiamento e núcleo coordenador com busca ativa dos testes positivos.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools