Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 70 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 70 (October 2018)
P223
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.149
Open Access
DIVERTÍCULO INVERTIDO SIMULANDO PÓLIPO GIGANTE
Visits
...
Graziela Olivia da Silva Fernandes, Rosilma Gorete Lima Barreto, Marcelo Travassos Pinto, Débora Pinheiro de Andrade, Nikolay Coelho da Mota, Giordano Bruno Meireles de Oliveira, João Batista Pinheiro Barreto
Hospital Universitário Presidente Dutra, São Luís, MA, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: A doença diverticular do cólon, uma afecção intestinal freqüente na prática clínica, pode ser responsável por dor abdominal. Durante a investigação desses pacientes por colonoscopia, é possível serem evidenciados divertículos e pólipos concomitantemente. Uma vez encontrado o pólipo no exame, necessita‐se de polipectomia endoscópica, procedimento associado a uma incidência de perfuração inferior a 0,05%. O risco de tal complicação pode ser maior no caso de um divertículo colônico invertido, que pode ser interpretado erroneamente como uma lesão polipóide na colonoscopia. Até o momento, menos de 20 casos de divertículos colônicos invertidos, diagnosticados em colonoscopia ou após enema de bário com contraste de ar, foram relatados na literatura.

Descrição do caso: O presente relato descreve um homem de 63 anos de idade, com história de prurido, proctalgia e hematoquezia. Foi submetido a uma colonoscopia, que revelou, inicialmente, um pólipo pedunculado volumoso que foi reconhecido como sendo um divertículo colônico gigante invertido antes da polipectomia endoscópica.

Discussão: O diagnóstico do divertículo colônico invertido, por ter uma incidência rara e poucos casos descritos na literatura, é desafiador para o especialista, sendo considerada de extrema relevância na prática clínica. Como a perfuração intestinal é uma séria complicação que pode ser provocada nos procedimentos endoscópicos, é necessário ter uma consciência do problema antes de qualquer intervenção.

Conclusão: O presente relato destaca a possibilidade de encontrar um divertículo colônico invertido durante a colonoscopia. Essa possibilidade deve ser considerada com cuidado para se chegar a um diagnóstico correto e evitar procedimentos potencialmente perigosos, como a polipectomia endoscópica, e causar graves complicações ao paciente diante de uma perfuração intestinal.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools