Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 104 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 104 (November 2019)
687
Open Access
Doença de crohn perianal e hidradenite supurativa em paciente pediátrico: relato de caso
Visits
...
D.A. Chiumento, T.Z.M. Bandeira, G. Seva‐Pereira, L.R. Campos, G.D.A. Ribeiro, P.B. Tarabay, J.J. Oliveira Filho, M.I. Rabello
Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Área: Doenças Inflamatórias Intestinais

Categoria: Relatos de caso

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): Descrever um caso de paciente pediátrico com coexistência de Doença de Crohn perianal e hidradenite supurativa, diagnosticados concomitantemente

Descrição do caso: AFSJ, 15anos, masculino, obeso, internado pela Pediatria com queixa de lesões em nádegas há dois meses, supurativas e dolorosas, realizado tratamento com antibiótico (ATB) (ciprofloxacino e metronidazol), com pouca melhora do quadro. Durante investigação, mãe do adolescente relata início das lesões há dois anos, coincidindo com início da puberdade, com períodos de melhora e piora. Solicitada avaliação da Coloproctologia, paciente persistia com lesões em nádegas de até 2cm, papulosas e eritematosas com saída de secreção purulenta, realizada biópsia e continuado ATB (sulfametoxazol e trimetropim). Paciente relatava diarreia eventual com evacuação 4 vezes ao dia e apresentava lesões em face semelhante à acne grau 2/3. Resultado de biópsia: esboços de granuloma, sugestivo de manifestação cutânea de Doença de Crohn. Realizada enterotomografia sem evidência de lesões e colonoscopia com biópsia seriada: normal. Ultrassonografia anorretal com fístulas em canal anal superior, médio e inferior. Após triagem e sorologias negativas, iniciado Adalimumabe. Paciente apresentou pouca melhora e após 2 meses em uso da dose de manutenção (com ganho de peso) apresentou piora importante das lesões com extensão para região inguinal e aumento da supuração. Iniciado Ciprofloxacino e clindamicina e nova biópsia (hidradenite supurativa). Paciente apresentou melhora importante dos sintomas com uso de ATB por 3 meses, associado à corticoide (prednisona 40mg), segue em acompanhamento em ambulatório de Doenças Inflamatórias Intestinais.

Discussão: DC e HS são doenças crônicas, de fisiopatologia multifatorial. A prevalência de HS em pacientes com DC pode chegar a 23%, contudo o diagnóstico diferencial é um desafio e muitas vezes ocorre tardiamente, prejudicando o tratamento do paciente.

Conclusão: Esse caso torna‐se importante para demonstrar a coexistência das duas patologias em um paciente e o desafio no diagnóstico, bem como a importância na identificação das duas doenças para correta condução do caso.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools