Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 123-124 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 123-124 (October 2017)
P‐116
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.117
Open Access
DOENÇA DE CROHN: A RELEVÂNCIA DA DESCRIÇÃO DO PERFIL DOS PACIENTES PORTADORES
Visits
...
Marcela Nunes Avelara, Pedro Gomes Mendonçaa, Diego Vasconcelos Menezesa, Andressa Hérica Pires Matiasa, Jilvando Matos Medeirosb, Caio Brenno Abreub, Fernanda dos Santos Henriquea
a Universidade Federal do Acre (Ufac), Rio Branco, AC, Brasil
b Universidade Federal de Roraima (UFRR), Boa Vista, RR, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: A doença de Crohn (DC) é uma das doenças inflamatórias intestinais de caráter crônico, transmural e descontínuo, pode agredir qualquer parte do tubo digestivo, afeta, sobretudo, o intestino delgado distal e o cólon. Há evidências de que a etiologia dessa doença é multifatorial, na qual estão associados fatores de risco, genéticos e imunológicos.

Objetivo: Apresentar uma revisão sistemática sobre o perfil epidemiológico, socioeconômico, nutricional e clínico dos portadores da DC.

Metodologia: Revisão de artigos indexados em três bases de dados: Biblioteca Virtual em Saúde, Pubmed e Scielo. Com uso dos seguintes descritores: doença de Crohn, epidemiologia, etiologia e perfil socioeconômico. Os critérios de inclusão foram: artigos científicos publicados em periódicos da área da saúde, nacionais completos publicados em português ou inglês, com resumos disponíveis nas bases de dados selecionadas.

Resultados: Com base nos estudos analisados, nos pacientes com DC predominam o sexo feminino, a etnia branca e faixa entre 20‐40 anos, porém pode acometer desde a população pediátrica até idosos. A maioria dos portadores dessa doença apresenta nível de escolaridade até ensino fundamental e baixa renda per capita. Uma porcentagem considerável de pacientes encontrava‐se desnutrida ao diagnóstico. Observou‐se também relação do hábito de fumar com a presença e o curso da alteração patológica. Nota‐se que alguns pacientes apresentaram quadro de gastroenterite antes da manifestação da DC.

Conclusão: A DC tem relevante taxa de morbimortalidade, pode desenvolver muitas complicações e debilitar seus portadores. Para formular um projeto terapêutico adequado que altere o curso natural da doença e evite suas complicações, é importante ter o conhecimento prévio dos fatores epidemiológicos desses doentes. A partir da revisão, observa‐se a presente impossibilidade de determinar um único perfil de pacientes que manifestam a DC, além de haver estudos divergentes aos resultados encontrados.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools