Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 118 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 118 (October 2017)
P‐104
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.105
Open Access
ENDOMETRIOSE ASSOCIADA A DOENÇA DE CROHN: RELATO DE DOIS CASOS
Visits
...
Idblan Carvalho de Albuquerque, Bruna Lima Daher, Eduardo de Souza Andrade, Youri Barbosa Andrikopoulos, Lucas de Sena Leme, Galdino José Sitônio Formiga
Hospital Heliópolis, São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: A doença de Crohn (DC) é uma afecção crônica transmural do trato gastrointestinal, de etiologia multifatorial associada à disfunção do sistema imune da mucosa intestinal. A endometriose é caracterizada pela presença de endométrio em locais extrauterinos e atualmente é definida como doença inflamatória crônica localizada na cavidade peritoneal mediada por disfunção do sistema imune.

Caso 1: Feminino, 41 anos, diagnóstico de DC (A2B1L2) havia 15 anos; havia 12 anos em remissão clínica com SSZ 2g/dia. Havia cinco meses com alteração do hábito intestinal (uma vez/dia para uma vez a cada quatro dias), cólicas abdominais, aumento do volume abdominal e emagrecimento. TC de abdômenn e pelve evidenciou espessamento parietal circunferencial no sigmoide. Submetida a LE e RSA com anastomose primária; ao inventário foram visibilizadas aderências firmes em reto, anexo esquerdo e cúpula vaginal com características inflamatórias. A histologia e a imuno‐histoquímica evidenciaram endometrioma localizado em parede intestinal. No POT apresentou recidiva da DC, foi tratada com anti‐TNF.

Caso 2: Feminino, 38 anos, DC (A2B3pL3) em uso de AZA e IFX havia três anos em remissão clínica. Havia seis meses com dor abdominal, emagrecimento e constipação. RNM de abdômen e pelve com espessamento parietal de sigmoide de aspecto fibrótico e impérvio à colonoscopia com ulcerações em reto. Abordagem cirúrgica revelou estenose tubular e mesenterite, feita HCE. Histologia da peça cirúrgica com diagnóstico de endometriose colônica.

Discussão: Tanto doença de Crohn quanto endometriose têm fisiopatogenia e etiologia parcialmente compreendidas; é evidenciada a disfunção imunológica celular e humoral em ambas. Há um aumento de 50% no risco de doença inflamatória intestinal em mulheres com endometriose em comparação com mulheres sem a doença.

Conclusão: Tais doenças são diagnósticos diferenciais entre si e a coexistência delas torna o diagnóstico e o tratamento mais complexo, principalmente porque as vias fisiopatológicas comuns não estão elucidadas.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools