Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 183 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 183 (October 2018)
VL44
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.396
Open Access
ESFINCTEROPLASTIA ANAL COM RECONSTRUÇÃO EM ZETAPLASTIA
Visits
...
Rafael Vaz Pandini, Renan Rosetti Muniz, Leticia Nobre Lopes, Rodrigo Ambar Pinto, Isaac Jose Felippe Correa Neto, Sergio Carlos Nahas, Ivan Ceconello
Faculdade de Medicina (FM), Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Esfíncteroplastia anal anterior é o tratamento de escolha para incontinência fecal associado ao defeito do m. esfíncter externo.

Objetivo: Demonstrar a técnica de esfincteroplastia anal, perineoplastia com reconstrução com retalho em zetaplastia.

Método: Paciente, 49 anos, feminina, 5 partos vaginais prévios e uma episiotomia, referindo incontinência anal com Score 15/20, Exame com presença de hipotonia importante do esfíncter anal interno (EAI) e da contração do esfíncter anal externo (EAE) e presença de cloaca. Manometria com pressão de repouso 18,1mmHg pressão de contração do EAE 29,8mmHg. Pressão total de contração voluntária 47,9mmHg. USG endoanal: Falha anterior do esfíncter anal interno de 240° e do esfíncter externo do ânus de 139°. Técnica: Incisão em V na pele bilateral nas laterais do períneo‐ Incisão transversa no corpo perineal. Liberação dos Flaps para o retalho em zetaplastia Dissecção do septo retovaginal e separação entre a parede vaginal e a parede anterior do reto até 6cm da BA, secção da vagina Dissecção dos cabos musculares do esfíncter anal externo. Aproximação do assoalho perineal (fibrose, tecido conjuntivo e resquícios dos m. esfíncter anal interno, transverso do períneo) com PDS 2.0. Aproximação dos cabos musculares bilateral do m. esfíncter externo anteriormente com PDS 2.0. Sutura da vagina com vicryl 3,0 e sutura de septo retogavinal com vicryl 2.0. Sutura entre o ânus e o períneo reconstruído com vicryl 3.0. Aproximação dos flaps de zetaplastia com vicryl 3.0 e fechamento da pele com nylon 4.0.

Resultados: Paciente evoluiu bem, Recebeu alta no 3° PO. Apresentou mínima deiscência da FO, sem sinais infecciosos. Avaliação funcional será realizada ambulatorialmente.

Conclusão: Esfíncteroplastia anterior tem resultados de aceitáveis à excelentes no longo prazo, especialmente em pacientes com idade menor que 50 anos.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools