Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 191-192 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 191-192 (November 2019)
840
Open Access
ESPECTRO DE APRESENTAÇÃO DA ENDOMETRIOSE EM HOSPITAL SECUNDÁRIO DE FORTALEZA
Visits
...
Lima Dmf, Lima Hkss, Prado Rtp, Valente Msvs, Felicio Ba, Borges Bmc, Garcia Voc, Lima Neto As
Universidade de Fortaleza (UNIFOR), Fortaleza, CE, Brasil
Article information
Full Text

Área: Miscelâneas

Categoria: Pesquisa básica

Forma de Apresentação: Tema Livre (apresentação oral)

Objetivo(s): A endometriose é uma doença ginecológica comum, porém complexa. Essa doença é definida pela presença de tecido endometrial fora da cavidade uterina. Pela variação em grau e topografia, a endometriose possui grande variedade de sintomas e complicações, podendo até mesmo ser assintomática. Dessa forma, faz‐se necessário atentar‐se para as queixas específicas de cada mulher afetada e suas preocupações, visando um tratamento individualizado para diminuir o impacto da doença na vida da paciente. Desta maneira, este trabalho buscou demonstrar o espectro de apresentação da endometriose profunda em pacientes de Hospital Secundário de Fortaleza.

Método: Trata‐se de um estudo descritivo, observacional e retrospectivo, realizado através de coleta de dados documental com abordagem quanti‐qualitativa.

Resultados: Foram analisados 30 prontuários, que correspondem aos pacientes submetidos a cirurgia de endometriose profunda em hospital secundário da rede pública durante o período de 2016 a 2018. Embora o pico de incidência evidenciado na literatura encontra‐se entre 25 a 29 anos, os dados apresentados falam de uma média das idades de 31,06+7,84, bem próxima da encontrada na literatura. Essa diferença pode ser explicada pelo tempo de demora para o paciente chegar a este serviço. Apesar disso, fica notório o foco de incidência relacionado a idade reprodutiva, reafirmando o papel decisivo que os estrogênios desempenham nessa doença. O quadro clínico mostrou‐se variado, sendo a dismenorreia, dor abdominal e dispareunia os sintomas mais prevalentes, respectivamente. A alta prevalência da dismenorreia (100%) evidencia sua importância como fator que chama atenção para o diagnóstico de endometriose, sendo a combinação desses 3 principais sintomas de extrema relevância para o diagnóstico. Disúria e alterações de hábitos intestinais são outros sintomas de alta prevalência e apesar de serem pouco específicos para a doença chamam atenção para o diagnóstico.

Conclusão(ões): A endometriose profunda é uma patologia que acomete mulheres em idade fértil, possuindo sintomatologia variada e causando grande impacto na taxa de fertilidade e na qualidade de vida das mulheres acometidas. Diante dos dados apresentados, foi possível traçar um perfil de pacientes com maior probabilidade de serem acometidas baseado em sua idade, que tende a ser a idade fértil, e a média de filhos, que tende a ser diminuída nessas mulheres. Além disso, a sintomatologia apresentada demonstrou que o sintoma de dismenorreia é um grande achado relacionado à doença. Combinado com os outros dois sintomas mais prevalentes dispareunia e dor abdominal, leva a uma forte suspeita do diagnóstico de endometriose.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools