Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 25-26 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 25-26 (November 2019)
811
Open Access
Hemangioma cavernoso em trato gastrointestinal como causa de sangramento de origem obscura: relato de caso e revisão da literatura
Visits
...
C.A.R. Martinez, P.N. Moraes, N.S. Mukai, M.G. Camargo, Md.L.S. Ayrizono, C.S.R. Coy
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Área Miscelâneas

Categoria Relatos de caso

Forma de Apresentação Pôster

Objetivo(s) Relatar caso de paciente com hemangioma cavernoso de trato gastrointestinal como causa de sangramento de origem obscura e revisar a literatura.

Descrição do caso Paciente sexo feminino, 29 anos, encaminhada para avaliação de anemia ferropriva há 7 anos, sem exteriorização de sangramento, com colonoscopia e endoscopia digestiva alta normais. Havia realizado tratamento com suplementação via oral e endovenosa de sulfato ferroso, além múltiplas transfusões de concentrado de hemácias. Realizado cápsula endoscópica sendo identificado lesão protusa em jejuno proximal de natureza vascular e sangramento ativo. Realizado enteroscopia com achado de lesão elevada a nível de jejuno, a 150cm do ângulo de Treitz, subepitelial, com superfície lobulada, de coloração azulada e medindo cerca de 30mm. Realizado tatuagem com nanquim acima e abaixo da lesão. Paciente foi submetida a enterectomia videolaparoscópica com anastomose manual, término‐terminal, extracorpórea. O anátomo‐patológico foi compatível com hemangioma cavernoso. Após cirurgia, paciente não apresentou mais queda do nível de hemoglobina.

Discussão e Conclusão(ões) Hemangioma cavernoso é uma lesão vascular congênita benigna, cuja ocorrência no trato gastrointestinal é rara. É mais comum em pacientes jovens, com predomínio do sexo feminino e sendo sintomático em 90% dos casos. O sangramento gastrointestinal oculto e a anemia ferropriva, como em nossa paciente, são as formas mais comuns de apresentação. O diagnóstico pré‐operatório é extremamente difícil, pois raramente o hemangioma é identificado com técnicas tradicionais, como endoscopia digestiva alta e colonoscopia, visto que sua localização mais comum no trato gastrointestinal é o jejuno. Neste casos, se faz necessária a complementação diagnóstica com cápsula endoscópica, seguida de enteroscopia de duplo balão quando a primeira apresenta achados positivos. O tratamento de escolha é cirúrgico, com ressecção do segmento afetado, em vista do risco de perfuração e sangramento incontrolável com tratamento endoscópico. A suspeita clínica de sangramento proveniente do intestino delgado é essencial no diagnóstico dessas lesões. A cápsula endoscópica seguida pela enteroscopia de duplo balão foi essencial para o diagnóstico neste caso.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools