Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 16 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 16 (October 2017)
TL4‐035
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.334
Open Access
INFLUÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO PRECOCE DE INFLIXIMAB NA CICATRIZAÇÃO DE ANASTOMOSE NO CÓLON ESQUERDO DE RATOS COM OU SEM COLITE INDUZIDA
Visits
...
Thiago de Sá Oliveira, João Batista de Sousa, Fabiana Pirani Carneiro, Pedro Henrique Farias Figueroa, José Moreira Kffuri Filho
Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil
Article information
Full Text

Objetivo: Avaliar a influência do uso precoce do Infliximab sobre a cicatrização de anastomose no cólon esquerdo de ratos em um modelo experimental de colite, comparar a força de ruptura da anastomose e analisar a relação com a cicatrização da parede abdominal.

Método: Foram distribuídos 32 ratos em quatro grupos com oito animais cada. Nos dois primeiros grupos, foi feita a indução de colite por enema de ácido acético 7% com dose de 3mL por via retal, não houve indução de colite nos outros dois grupos. Nos grupos que receberam infliximab (IFX) administrou‐se no 1° DPO e outros quatro no 3° DPO e nos controles solução de NaCl a 0,9% no 1° DPO. Os ratos foram submetidos a laparotomia para exposição do cólon distal com secção a cerca de 2,5 a 3,5cm acima da reflexão peritoneal e anastomose término‐terminal do segmento. No 7° DPO foi feita a relaparotomia, avaliaran‐se a variação de peso, a força de ruptura da anastomose e da parede abdominal e achados histopatológicos nas lâminas.

Resultados: Nos animais com colite houve maior perda de peso em relação aos sem colite, mais acentuada nos que receberam IFX no 1° DPO (p=0,007). O IFX piorou a força de rutura da anastomose nos animais com colite quando administrado no 1° DPO (p=0,001), porém quando administrado no 3° DPO ou com placebo o IFX não piorou a força de ruptura da anastomose nos animais com colite, essa foi maior do que nos animais sem colite (p=0,001).

Conclusão: Nas condições deste estudo, o IFX influenciou negativamente a cicatrização de anastomose quando administrado no 1° DPO.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools