Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 131 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 131 (October 2017)
P‐134
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.135
Open Access
MANIFESTAÇÕES DAS DOENÇAS ANORRETAIS ASSOCIAM‐SE A ATRASO NA AVALIAÇÃO PELO ESPECIALISTA?
Visits
...
Marley Ribeiro Feitosa, Virna Ribeiro Feitosa Cestari, Felipe Martins Liporaci, Barbara Bianca Linhares Mota, Rogério Serafim Parra, José Joaquim Ribeiro da Rocha, Omar Féres
Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), Universidade de São Paulo (USP), Ribeirão Preto, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: As doenças anorretais e o câncer colorretal (CCR) podem apresentar manifestações clínicas semelhantes. É importante identificar rapidamente os sinais de alarme que necessitem de avaliação complementar, a fim de excluir a possibilidade de neoplasia maligna.

Objetivo: Caracterizar os principais sinais e sintomas relativos à região anorretal, o tempo de evolução até a consulta com o especialista e a associação com doenças benignas e malignas, em um ambulatório de nível básico de coloproctologia.

Método: Análise retrospectiva de pacientes com queixas anorretais, atendidos de julho de 2014 a junho de 2015, em um ambulatório médico de especialidades (AME) do interior de São Paulo.

Resultados: No período estudado, foram feitas 788 consultas com o coloproctologista. Dessas, 405 (51,4%) tratavam de queixas anorretais isoladas. Houve predomínio de indivíduos do sexo masculino (54,3%), abaixo de 50 anos (55,1%), com baixo nível educacional (73,6%) e economicamente ativos (57,5%). Os sintomas mais prevalentes foram: dor anal (56%), sangramento anal (52,3%) e massa anal (32,1%). Foram encontrados sinais de alarme para neoplasia maligna em 77,3% dos pacientes. Os principais diagnósticos foram: hemorroidas (31,4%), fissura anal (17,3%) e plicoma anal (16%). A prevalência de CCR foi de 6,9%. A mediana do tempo do início dos sintomas até a primeira consulta com o especialista foi de 12 meses (intervalo interquartil, 4‐24 meses).

Conclusões: As manifestações anorretais associaram‐se a longo tempo de sintomatologia até a primeira consulta com o coloproctologista.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools