Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 137-138 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 137-138 (November 2019)
344
Open Access
Overlap: psoríase, disbiose e doença inflamatória intestinal
Visits
...
T.B. da Mata Santosa, L.A.d.S. Costab, M.F. Mendesc, A.L.G. Dominguesd, G.M. Médicie, C.A.R. Martineza, D.d.C. da Silvaa, R.M. Siqueiraa
a Universidade São Francisco (USF), São Paulo, SP, Brasil
b Universidade São Francisco (USF), Ubatuba, SP, Brasil
c Universidade São Francisco (USF), Machado, MG, Brasil
d Universidade São Francisco (USF), São José do Rio Preto, SP, Brasil
e Universidade São Francisco (USF), Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Área: Miscelâneas

Categoria: Pesquisa básica

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): As doenças inflamatórias imunomediadas consistem em diversas doenças clinicamente heterogêneas, de característica crônica que se desenvolvem a partir da desregulamentação do sistema imunológico, e apresentam em comum alterações nos níveis de citocinas inflamatórias. Entre estas estão a psoríase e o grupo das doenças inflamatórias intestinais. O objeivo do presente trabalho é demonstrar a correlação entre a fisiopatologia da doença inflamatória intestinal e psoríase.

Método: Análise bibliográfica na base de dados pubmed de artigos dos últimos 10 anos, utilizando como descritores “Psoriasis” e “Crohn disease”.

Resultados: As doenças inflamatórias imunomediadas atingem a população numa prevalência de 5 a 7%, e os afetados possuem um risco aumentado de desenvolver moléstias malignas, renais e cardiovasculares. Fatores genéticos e ambientais desempenham papéis importantes no desenvolvimento desses distúrbios. Nesse grupo está a psoríase, uma das enfermidades inflamatórias mais comuns da pele e se caracteriza por hiperplasia epidérmica com infiltrado neutrofílico, formando placas eritematosas e descamativas, muitas vezes pruriginosas e dolorosas. Sua patogênese se correlaciona com o eixo das células T auxiliares (Th) 17 e interleucina (IL)‐23. A interleucina 17 exerce função pleomórfica e é importante para a manutenção da integridade da barreira intestinal e sua deficiência funcional também causa o desenvolvimento de doenças inflamatórias intestinais, uma vez que a ruptura dessa barreira, associada à disbiose da microbiota entérica, evento que também é presente em pacientes psoríticos, pode ser um fator importante no desenvolvimento de doenças inflamatórias crônicas. Além disso, anormalidades histológicas em mucosa gastrintestinal aparentemente saudável em pacientes com psoríase, incluindo aumento na celularidade da lâmina própria (mastócitos, plasmócitos, linfócitos), infiltração neutrofílica, glandular atrofia, alterações na superfície da mucosa e anormalidades nas criptas também sustentam tal paralelismo. Poderia haver, portanto, uma relação entre psoríase, microbioma, barreira intestinal e sistema imunológico.

Conclusão(ões): Evidencia‐se um risco aumentado de pacientes com psoríase desenvolver doença de Crohn de modo que recomenda‐se a esse público manter consultas regulares com gastroenterologistas.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools