Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 107 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 107 (October 2018)
P87
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.230
Open Access
PANCREATITE AGUDA MEDICAMENTOSA POR AZATIOPRINA EM PACIENTE PORTADOR DE DOENÇA DE CROHN GASTRODUODENAL
Visits
...
Lucas de Sena Leme, Bruna Zini de Paula Freitas, Paula Cristina Steffen Novelli, Brunno Augusto José Costa, Daniel de Castilho Silva, Roberta Lais dos Santos Mendonça, Carlos Augusto Real Martinez, Ronaldo Nonose
Hospital Universitário São Francisco na Providência de Deus, Bragança Paulista, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: A Doença de Crohn (DC) tem como característica principal o envolvimento de todo trato digestivo, sendo mais frequente o acometimento do íleo terminal. Trata‐se de uma doença de evolução ruim, caso não diagnosticada e tratada corretamente. Após o inicio da terapia, complicações devido a medicamentos e recidiva da doença podem estar presentes. O caso relatado demonstra complicações em paciente portador de dc após iniciar terapia medicamentosa.

Descrição do caso: Paciente masculino, 27 anos de idade, foi encaminhado de um hospital secundário após realizar laparotomia exploradora com a hipótese inicial de apendicite aguda. Paciente evoluiu desfavoravelmente e após exames de imagem evidenciou abscesso intracavitário. Realizada drenagem por punção, guiada por tomografia. Após novos exames, incluindo colonoscopia, realizado o diagnóstico de Doença de Crohn penetrante em íleo terminal. Realizada nova abordagem cirúrgica, com ileotiflectomia. Teve como proposta inicial terapia combinada e após sete dias de azatioprina, paciente ingressou ao pronto socorro com dor abdominal intensa, principalmente em epigástrio, associada a hiporexia e vômitos. Os exames laboratoriais e imagem revelaram o diagnóstico de pancreatite aguda. A etiologia da pancreatite foi medicamentosa, pelo uso da azatioprina. Devido aos vários epsódios de hematemeze, paciente realizou endoscopia digestiva alta, que evidenciou duodeno com mucosa edemaciada, friável e com aspecto em calceteamento. O anatomopatológico mostrou infiltrado inflamatório ativo com presença de pequenos granulomas não caseosos.paciente evoluiu favoravelmente,após medidas clínicas para pancreatite e suspensão da azatioprina.

Discussão: A terapia combinada, com azatioprina e terapia biológica (adalimumabe ou infliximabe) tem riscos devido aos efeitos colaterais. O seguimento encurtado e o acompanhamento clinico e endoscópico é de extrema importância; e toda queixa do paciente sempre deve ser levada em consideração. A apresentação da dc com envolvimento gastroduodenal é raro e acomete até 5% dos pacientes. Clinicamente, se caracteriza por dores epigástricas, vômito, hematêmese e perda de peso. A endoscopia digestiva alta é indicada como exame inicial.

Conclusão: O presente relato demonstra um caso de paciente portador de doença de crohn com envolvimento gastroduodenal, associado a pancreatite aguda medicamentosa pelo uso de azatioprina no tratamento da sua doença de base.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools