Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 149-150 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 149-150 (October 2017)
P‐177
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.178
Open Access
PERFIL DA MANOMETRIA ANORRETAL DE PACIENTES CONSTIPADOS DE UM SERVIÇO DE FISIOTERAPIA DO ASSOALHO PÉLVICO
Visits
...
Marcieli Schustera, Doryane Maria dos Reis Limab, Patrícia Gotardoa, Gustavo Kurachib, Univaldo Etsuo Sagaea, Maria Graciela Puerta Arendc
a Gastroclínica Cascavel, Cascavel, PR, Brasil
b Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz (FAG), Cascavel, PR, Brasil
c Gastroclínica Foz, Foz do Iguaçu, PR, Brasil
Article information
Full Text

Objetivo: Avaliar o perfil manométrico de pacientes constipados de um serviço de fisioterapia do assoalho pélvico.

Materiais e métodos: Estudo de coorte prospectivo, conduzido entre janeiro/2013 e abril/2017, englobou 204 pacientes encaminhados para fisioterapia pélvica com queixas de constipação, diagnosticados segundo o Escore de Constipação de Wexner (ECW) e avaliados pela manometria anorretal (MAR). Os parâmetros avaliados foram: pressão de repouso, pressão de contração e esforço evacuatório.

Resultados: A média de idade dos pacientes estudados foi de 44,5 anos, com média do ECW de 16,3 pontos, mulheres 188 (92%); 63% das mulheres tiveram em média 1,6 gestação (1‐9). Dessas em média 0,8 (1‐5) foi parto vaginal; 41% fizeram cirurgias orificiais (0‐2). A presença de normotonia esfincteriana de repouso foi encontrada em 88 pacientes (43%) e de normotonia de contração em 112 (44%). A hipertonia esfincteriana de repouso esteve presente em 29 pacientes (3,5%) e a hipertonia de contração em 18 (9,6%). A hipotonia esfincteriana de repouso foi observada em 75 pacientes (44%) e a hipotonia de contração em 65 (46%); 160 pacientes (78%) apresentaram ausência de relaxamento do músculo puborretal e esfíncter anal externo, sugeriu anismus.

Conclusão: A hipotonia de repouso e contração, bem como o anismus, é achado importante a se considerar no tratamento da constipação intestinal.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools