Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 157 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 157 (November 2019)
681
Open Access
Perfil dos pacientes ativos da associação dos ostomizados
Visits
...
J.V.L. Rodriguesa, A.P. Limab, T.V. Cabrala, B.S.R. Schiavona, Y.C.N. Limaa
a Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (FCMS/JF‐Suprema), Juiz de Fora, MG, Brasil
b Hospital de Clínicas, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Área: Miscelâneas

Categoria: Pesquisa básica

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): Pesquisa de base populacional sobre o perfil dos pacientes ostomizados atendidos por um serviço especializado na cidade de Juiz de Fora, Brasil.

Método: Estudo do tipo transversal retrospectivo, com base no modelo epidemiológico descritivo. Foram analisados 2406 prontuários registrados no período de 1978 a 2016 e selecionados somente os referentes aos pacientes ativos (vivos e não submetidos à reconstrução), totalizando 507 casos. As variáveis consideradas foram sexo, idade, tipo do estoma e doença responsável pela sua realização. Análise estatística foi realizada através do software SPSS versão 20.0.

Resultados: Os estomas foram observados em 265 pacientes do sexo masculino (52,3% dos casos). A idade variou de 0 a 98 anos. A colostomia correspondeu a 63,7% dos casos. Em segundo lugar ficou a ileostomia (27%) e em seguida as urostomias (6,5%). As principais causas de confecção de estomas foram o câncer colorretal (CCR) com 59,8% dos casos, câncer de bexiga (5,92%) e outras menos prevalentes, como obstrução intestinal, doença diverticular, volvo, peritonite, trauma colorretal e doença inflamatória intestinal.

Conclusão(ões): A colostomia foi o tipo mais frequente e a maior prevalência dos estomas foi no sexo masculino. A idade média dos ostomizados foi de 55,5 anos e o CCR a principal indicação para a realização das derivações intestinais. Os serviços de atendimento aos ostomizados com equipes multidisciplinares competentes e eficientes têm participação fundamental para que o usuário possa superar as possíveis limitações de um estoma intestinal ou urinário.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools