Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 107 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 107 (October 2017)
P‐078
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.079
Open Access
PERFURAÇÃO DE DIVERTÍCULO DE MECKEL POR ESPINHA DE PEIXE: RELATO DE CASO
Visits
...
Gabriel Braz Garcia, Rodrigo Gonçalves Catapreta, Daniela Fóscolo, Manoel Souza Sette, Rodrigo Gomes da Silva
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Divertículo de Meckel é a anomalia congênita mais comum do trato gastrintestinal. Na maioria das vezes assintomático, pode complicar na forma de diverticulite, sangramento e obstrução. Perfuração por corpo estranho é um evento raríssimo, apresenta‐se na forma de abdômen agudo.

Descrição de caso: Paciente de 55 anos com dor abdominal havia dois dias, de forte intensidade em fossa ilíaca direita, associado a hiporexia, náuseas e vômitos. Ao exame, apresentava‐se com Blumberg positivo à palpação abdominal. Exames complementares apontaram leucocitose e PCR discretamente elevado. Tomografia abdominal identificou corpo estranho pontiagudo em íleo terminal, com borramento de gordura adjacente e pequeno pneumoperitônio. Encaminhado à laparotomia, observou‐se uma espinha de peixe que perfurava o divertículo de Meckel, a 30cm de válvula ileocecal. Equipe cirúrgica fez diverticulectomia com grampeador linear cortante. Paciente evoluiu de forma favorável e teve alta no segundo dia de pós‐operatório.

Discussão: O divertículo de Meckel apresenta‐se sintomático em apenas 4,6% a 16% das vezes. Na população pediátrica, apresenta‐se normalmente como causa de hemorragia digestiva, enquanto que, nos adultos, o principal achado é o de obstrução intestinal. A apresentação de perfuração por espinha de peixe é uma complicação muito rara. Quando se apresenta, na forma de abdômen agudo, a ressecção deve ser feita, preferencialmente por laparoscopia; entretanto, o diagnóstico é feito no per‐operatório, na maioria das vezes.

Conclusão: Apesar de incomum, a perfuração de divertículo de Meckel por corpo estranho deve ser levada em consideração em se tratando de abdômen agudo perfurativo. Apresenta alta taxa de mortalidade e, por isso, exige intervenção cirúrgica precoce.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools