Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 160-161 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 160-161 (November 2019)
735
Open Access
Prevalência das principais manifestações clínicas de endometriose infiltrativa profunda com acometimento intestinal em uma corte de 625 pacientes
Visits
...
C.E.L. Soaresa, W.G. Fariasa, B.A. Medeirosb, CEFd Queirozb, M.T.L. Araújob, S.P. Furtadob, J.R. Carvalhob, C.Q. Limab
a Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, Brasil
b Núcleo de Endometriose do Ceará (NEC), Fortaleza, CE, Brasil
Article information
Full Text

Área: Miscelâneas

Categoria: Pesquisa básica

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): Apresentar a prevalência dos principais sintomas de endometriose infiltrativa profunda envolvendo os intestinos (reto, apêndice, íleo terminal e cólon direito) em uma coorte de 625 pacientes operados por uma equipe multidisciplinar de ginecologistas e cirurgiões em hospital privado de referência da região nordeste em um período de 6 anos.

Método: Estudo retrospectivo com revisão de dados de prontuários de pacientes submetidos cirurgia de ressecção intestinal e focos de endometriose por equipe de referência entre os anos de 2013 e 2019 (compreendendo um período de 6 anos), armazenamento de dados em planilha referentes aos sintomas que apresentaram no período de admissão no serviço e gradação do quadro álgico de acordo com a Escala Visual Analógica, seguida de análise estatística através do software GraphPad Prism.

Resultados: A média de idade das pacientes submetidas a cirurgia foi de 34,9 anos±5,9 anos (21‐61 anos). Dentre os sintomas relatados, a dismenorreia foi o quadro mais comum manifestado, estando presente em 534 das pacientes (88%) com média na EVA de 8,41±1,79 (2–10) e mediana de 9, seguida da dispareunia, manifestada em 438 pacientes (72%) com média de 7,04±1,92 (2–10) e mediana de 7,5 na EVA. Disquezia cíclica foi relatado por 282 pacientes (46%), e a média na EVA foi a segunda maior com 7,94±1,48 (4‐10) e mediana de 8. Apenas 228 pacientes (38%) queixaram‐se de dor acíclica, com média de EVA de 7,47±1,74 (3–10) e mediana de 8. Alterações do hábito intestinal foram relatadas por 164 pacientes (27%), seguida da hematoquezia (10%). Infertilidade foi relatada em 355 pacientes (58%).

Conclusão(ões): A endometriose infiltrativa profunda corresponde aquela em que as lesões acometem mais de 5mm de profundidade, podendo haver comprometimento de órgãos adjacentes, dentre eles o intestino. Trata‐se de uma patologia com prevalência estimada em 10% em pacientes com idade reprodutiva, sendo bastante prevalentes queixas de dor e infertilidade. O estudo demonstrou a prevalência dos principais sintomas que levam essas pacientes a buscar atendimento médico, bem como o grau de intensidade dos quadros de dor e prevalência de infertilidade nessas pacientes de idade jovem.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools