Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 106-107 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 106-107 (November 2019)
438
Open Access
Relato de caso: Iatrogenia no manejo das diarreias agudas persistentes
Visits
...
B.T. Piaseckia, C. Machadoa, C.G. Mirandaa, W.S. Abdoua, B.L. Scolaroa, M.C. Kimuraa, O.W. Muniza, E.C. Kimurab
a Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Itajaí, SC, Brasil
b Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC‐PR), Curitiba, PR, Brasil
Article information
Full Text

Área: Ensino em Coloproctologia

Categoria: Relatos de caso

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): Relatar um caso de iatrogenia no diagnóstico diferencial e manejo das diarreias agudas persistentes.

Descrição do caso: J.L.R., masculino, 64anos, sem comorbidades. Veio à consulta relatando que há 3 semanas recebeu, em outro serviço, amoxicilina/clavulanato para tratamento de amigdalite, evoluindo com diarreia. Devido ao quadro buscou atendimento em UPA, onde foi verificada leucocitose discreta, sendo liberado com prescrição de ciprofloxacino e metronidazol. Após 4dias voltou a apresentar diarreia, buscando atendimento no PS de um hospital de referência. Realizou USG abdominal, RX de tórax e novo hemograma, todos sem alterações, sendo orientado a suspender o uso dos antibióticos. Devido acentuação do quadro diarreico em 7dias com tenesmo e cólicas abdominais intensas, retornou ao hospital. Por apresentar tosse inespecífica, recebeu prescrição de levofloxacino devido suposta pneumonia, embora não tenha sido auscultado (SIC). Após 1 dia da nova medicação buscou nosso serviço, relatando frequência evacuatória superior a 20x/dia, consistência 7 na escala de Bristol e presença de muco nas fezes. Referiu, desde o início do quadro até o momento da consulta, perda de 5kg. Ex. Físico: hipocorado+/4+, desidratado 2+/4+, ABD: RHA+e aumentados, doloroso à palpação superficial e profunda de FIE. Testes de Blumberg e Rovsing negativos. Foram solicitados laboratoriais específicos incluindo toxina para CD e instituído tratamento empírico com metronidazol 400mg 8/8h. Em menos de 48h os sintomas regrediram e as fezes ficaram normais. Posteriormente recebemos resultado positivo no exame solicitado, confirmando a causa.

Discussão e Conclusão(ões): Pouco se discute sobre os malefícios que a medicina pode causar a quem busca seu serviço. Atualmente, o erro médico configura a terceira causa de morte no mundo. É imprescindível, portanto, que os serviços de saúde discutam a problemática das iatrogenias, situações em que determinada intervenção médica, adequada ou não, traz consequências prejudiciais ao paciente. O caso relatado demonstra como os serviços e profissionais da saúde podem falhar em seu cuidado. Segundo o maior estudo multicêntrico acerca das diarreias nosocomiais, metade das admissões hospitalares de adultos na Inglaterra é em decorrência de diarreia. Destes, somente 35% são testados para infecção por CD. Temos a infecção por CD como causa mais comum encontrada na diarreia hospitalar, sendo os principais fatores de risco o uso de antibióticos e ser idoso, componentes que encontramos em nosso paciente. Em nenhum momento foi levantada a hipótese de infecção pela bactéria em questão, envolvendo o paciente em uma cascata de iatrogenias. A falta de conhecimento sobre o manejo e diagnóstico diferencial das diarreias infecciosas por parte dos médicos não especialistas, bem como não considerá‐la como um sintoma significativo, culmina em investigações desnecessárias, atraso no tratamento adequado e aumento da morbimortalidade do paciente.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools