Journal Information
Vol. 37. Issue S1.
Pages 56 (October 2017)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 37. Issue S1.
Pages 56 (October 2017)
V2‐14
DOI: 10.1016/j.jcol.2017.09.256
Open Access
RESSECÇÃO DE NEOPLASIA QUE OCUPA 3/4 DA CIRCUNFERÊNCIA DO RETO MÉDIO POR TAMIS
Visits
...
Cristiano Denoni Freitasa, Eduardo Miguel Schmidta, Maurício Mendes de Albuquerquea, João Paulo Fariasa, Rodrigo Samways Guzzia, Gianfranco Luigi Colombelib, Maurício Sperotto Ceccona
a Imperial Hospital de Caridade (IHC), Florianópolis, SC, Brasil
b Macro e Micro Laboratório de Anatomia Patológica, Florianópolis, SC, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Introduzido por Atallah et al. em 2009, o Tamis (cirurgia transanal minimamente invasiva), consiste no uso de dispositivos de acesso cirúrgico por porta única como plataforma de acesso transanal para a excisão em bloco de lesões neoplásicas do reto médio e superior. Em casos bem selecionados (cT1), proporciona boas taxas de controle local, baixas taxas de recidiva, preservação esfincteriana e evita muitas vezes uma retossigmoidectomia com anastomoses baixas e suas consequências.

Descrição do caso: Paciente feminina, 61 anos, diabética. Assintomática. Colonoscopia: lesão plana com aspecto adenomatoso, ocupava 3/4da circunferência na parede posterior do reto médio. Biópsia à colonoscopia: adenoma viloso com displasia de alto grau.

Discussão: O vídeo demonstra a ressecção em bloco da lesão com parede total por Tamis, seguido do fechamento do defeito com sutura contínua com fio absorvível com dispositivo de fechamento com microâncoras. A paciente foi de alta no primeiro dia de pós‐operatório sem intercorrências. Anatomopatológico demonstrou: adenocarcinoma tubular bem diferenciado em adenoma túbulo viloso com invasão da submucosa nível SM1 (pT1Nx). O seguimento colonoscópico não demonstrou até o momento recidiva local.

Conclusão: Tamis uma técnica cirúrgica segura e eficaz com bons resultados oncológicos na abordagem de lesões do terço médio e superior do reto que ocupam até 3/4da circunferência do órgão.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools