Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 104 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 104 (October 2018)
P80
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.223
Open Access
REVISÃO SISTEMÁTICA E RELATO DE CASO DE MELANOMA EM CÓLON
Visits
...
Pedro Ivo Calegari, Ayr Nasser Junior, Marcos Tavares de Oliveira Junior, Hélio Moreira Junior, José Paulo Teixeira Moreira, Malú Aeloany Dantas Sarmento, Valesca de Souza Ueoka
Hospital das Clínicas (HC), Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, GO, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: O melanoma é uma neoplasia de pele oriundo dos melanócitos, células produtoras melanina. Uma das principais causas de melanoma é a radiação ultravioleta. Embora o melanoma possa manifestarmetástases para o trato gastrintestinal com frequência, a doença colônica secundária é rara. O presenteestudo procurou apresentar uma revisão da literatura de metástases de melanoma no cólon e 1 relato decaso.

Metodologia: Para a revisão de literatura foram utilizados como banco de dados Medline, Pubmed, sendo que palavras chaves para tal foram melanoma and cólon.

Objetivo: Revisar a principal forma deapresentação clínica do melanoma de cólon, as opções terapêuticas, buscando aumentar a sobrevida dospacientes, melhorar a eficácia do diagnóstico. Também como ilustração, relatamos um caso clínico. Paciente do sexo feminino, 40 anos, caucasiana, obesa, com relato de dor abdominal, massa palpável e diarreia, desde julho de 2017. Após 5 meses apresentou perda ponderal de 30kg. Ao exame físico encontrava‐se descorada, desidratada, hemodinamicamente estável, edema de membros inferiores e presença de massa palpável em quadrante superior direito, pouco móvel, endurecida e dolorosa. Tomografia computadorizada de abdome identificou lesão volumosa entre o fígado e o cólon com estreitamento luminal e dilatação a montante. CA 125 de 421,8U/ml e Colonoscopia com lesão volumosa em cólon transverso, circunferencial biopsiada, ocupando 90% da luz, acastanhada, intransponível ao aparelho. Em laparotomia, achado de massa volumosa no cólon transverso terço proximal/médio, envolvida com omento e sem plano de clivagem com o duodeno e vasos mesentéricos superiores. Fígado e ovários sem lesões. Realizado ileostomia. A paciente recebeu alta hospitalar após 30 dias. Os resultados do exame histopatológico das biópsias sugeriram melanoma, sendo confirmados com imuno‐histoquímica, com Melan‐A, S‐100 e HMB‐45, positivos. A paciente então relatou exérese de lesão de pele em dorso que não foi encaminhada para histopatologia por decisão própria, há 3 anos. Evoluiu em regime de internação hospitalar e óbito no 49° PO.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools