Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 190 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 190 (October 2018)
VL59
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.411
Open Access
TÉCNICA DE CORREÇÃO DE PROLAPSO DE ESTOMA POR ABORDAGEM LOCAL COM GRAMPEADOR LINEAR ‐ ASPECTOS TÉCNICOS
Visits
...
Nathalia Franco Cavalcantia,b, Pedro Leão Araújo Gonçalves Teixeiraa,b, André Bittencourt Goularta,b, Joaquim Costa Pereiraa,b, Ana Sofia Rocha Cavadasa,b
a Hospital de Braga, Braga, Portugal
b Hospital Universitário Walter Cantídeo (HUWC), Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Uma das complicações tardias mais comuns após a construção do estoma é o prolapso. Embora a maioria do prolapso possa ser tratada de maneira conservadora, a revisão cirúrgica é necessária quando ocorre dificuldade no cuidado e manipulação diária, encarceramento ou estrangulamento. Em certos casos, a laparotomia e/ou a reversão do estoma não são apropriadas. Esta apresentação visa informar aos cirurgiões sobre abordagens seguras e eficazes para a revisão de estomas prolapsados usando técnicas locais.

Apresentação do caso/ método: Paciente do sexo masculino, 70 anos, submetido à retossigmoidectomia laparoscópica com ileostomia de proteção em julho/2014 por neoplasia de reto médio após neoadjuvância, tendo complicado no pós operatório precoce por evisceração por sítio de ileostomia e posteriormente com estenose de anastomose colorretal refratária à dilatação endoscópica. Foi tentado realizar fechamento de ileostomia em 2017, tendo complicado com deiscência de anastomose, sendo reabordado cirurgicamente, submetendo‐se à enterectomia e confecção de colostomia terminal, por impossibilidade de reconfecção de anastomose colorretal por status clínico limitado. Paciente evoluiu com prolapso de colostomia, dificultando manipulação e cuidados locais adequados, sendo optado por correção de prolapso de estoma com grampeadores lineares, por abordagem cirúrgica local, sem necessidade de acesso cirúrgico à cavidade abdominal. Utilizando GIA 60‐3,8 disparado verticalmente na lateral bilateral, desta forma, o segmento prolapso foi transformado em dois semicirculares (anterior e posterior) e cada um desses retalhos foi amputado com o GIA 60‐3.8, disparado no nível da pele horizontalmente. O tempo operatório foi de 7min e a perda de sangue foi mínima. Paciente apresentou recuperação pós‐operatória satisfatória, sem complicações ou recorrência de prolapso.

Discussão: Detalhamos passo a passo uma técnica usando dispositivos grampeadores lineares que podem ser usados para revisar localmente segmentos de estoma prolapsos e, portanto, evitar uma laparotomia. O procedimento é tecnicamente fácil de executar com resultados pós‐operatórios satisfatórios.

Conclusão: Esta técnica cirúrgica oferece uma opção alternativa é eficaz para abordar complicações do prolapso do estoma com segurança e de forma definitiva, sem necessidade de acesso à cavidade abdominal.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools
en pt
Cookies policy Política de cookies
To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.