Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 228-229 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 228-229 (November 2019)
543
Open Access
TRATAMENTO CIRÚRGICO NA DIVERTICULITE AGUDA HINCHEY II
Visits
...
B.V.Hd. Mattos, R.A. Pinto, A.C.Md. Paiva, O.F.M. Braghiroli, R.V. Pandini, L.F. Sobrado, S.C. Nahas, I. Cecconello
Hospital das Clínicas (HC), Faculdade de Medicina (FM), Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text

Área Doenças Intestinais funcionais e Doença Diverticular dos cólons

Categoria Pesquisa básica

Forma de Apresentação Vídeo Livre

Objetivo(s) Discutir a factibilidade do tratamento cirúrgico (Retossigmoidectomia Videolaparoscópica com reconstrução primária) no tratamento da diverticulite aguda Hinchey II após falha do tratamento clínico padronizado.

Descrição da técnica Paciente masculino, anos, sem comorbidades e internado no serviço de urgência com quadro de diverticulite aguda Hinchey II. Apresentava abscesso retrovesical de cerca de 2cm (sem possibilidade de punção guiada por imagem). Realizado tratamento clínico com antibioticoterapia intravenosa (Ciprofloxacino e Metronidazol) por 03 dias durante a internação hospitalar. Teve boa evolução clínica e laboratorial com alta hospitalar e término do tratamento por via oral até completar 10 dias. Paciente retorna ao serviço de urgência após 20 dias da alta hospitalar com recidiva dos sintomas. Caso discutido em Reunião Multidisciplinar e optado por indicação do tratamento cirúrgico. Realizado retossigmoidectomia videolaparoscópica com descendente‐reto anastomose sem intercorrências. Cirurgia realizada conforme padronização técnica do serviço, sendo observada maior dificuldade técnica na dissecção do reto e descolamento da bexiga e necessidade do uso de bisturi ultrassônico. Optado por reconstrução primária com grampeador circular sem confecção de estomia de proteção. Paciente apresentou boa evolução clínica, introdução de dieta no 1 PO e alta hospitalar no 5 PO. Atual seguimento ambulatorial assintomático e sem novos episódios de diverticulite aguda.

Discussão e Conclusão(ões) O tratamento cirúrgico no quadro de diverticulite aguda Hinchey II deve ser levado em consideração após falha clínica. Porém, deve‐se considerar as dificuldades intra‐operatórias, sobretudo na dissecção do segmento acometido. A experiência e o cuidado técnico são fundamentais, além da avaliar a necessidade de estomia de proteção, quando confecção da anastomose primária.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools