Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 83 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 83 (October 2018)
P33
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.177
Open Access
TRATAMENTO DA INCONTINÊNCIA FECAL COM BIOFEEDBACK EM PACIENTES MULTÍPARAS
Visits
...
Crhistiano Fráguas, José Bahia Filho, Lucca Bahia Sapucaia, Paloma Sapucaia, Rodrigo Sapucaia
Clínica Dr. José Bahia Sapucaia, Salvador, BA, Brasil
Article information
Full Text

Incontinência anal é a perda involuntária de fezes ou gases sendo importante questão de saúde, pois afetam a qualidade de vida das pessoas. Assim, o objetivo do presente estudo é avaliar o efeito do biofeedback no tratamento da incontinência anal em pacientes multíparas. Trata‐se de uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa. A pesquisa foi realizada em um serviço de fisiologia Anorretal em Savador ‐Ba, no período de 01/06/2017 à 01/06/2018. Utilizou‐se 30 prontuários de pacientes do sexo feminino, multíparas com sintomas de incontinência anal. Todas as pacientes foram submetidas ao score da Cliviland Clinic para incontinência e a Manometria Anorretal Computadorizada onde era constatado a hipocontratilidade do músculo esfíncter externo, hipotonia do músculo esfíncter interno ou baixo tempo de sustentação. Em seguida foram encaminhadas ao serviço de fisiologia anal na qual eram submetidashá um protocolo de atendimento. Como resultado, o estudo trouxe um percentual maior de incontinência moderada, 40% entre o total das pacientes da amostra. Assim, como um percentual maior de incontinência grave, 66%, entre as mulheres que tiveram parto normal. Em relação ao tratamento com biofeedback anal, 80% das pacientes se tornaram continentes e 20% continuaram incontinentes.

Diante dos resultados, foi possível perceber a importância do tratamento da incontinência anal com Biofeedback, pois tivemos uma taxa significativa de melhora das sintomatologias apresentadas pelas pacientes.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools