Journal Information
Vol. 38. Issue S1.
Pages 68 (October 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 38. Issue S1.
Pages 68 (October 2018)
P22
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.145
Open Access
TUMOR DE KRUKENBERG COLÔNICO. RELATO DE CASO E REVISÃO DE LITERATURA
Visits
...
Pedro Henrique Bauth Silva, Fernanda Costa Pereira, Mabel Christina Silveira, Rogerio Serafim Parra, Marley Ribeiro Feitosa, Omar Féres, Jose Joaquim Ribeiro Rocha
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (USP), Ribeirão Preto, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: O termo “Tumor de Krukenberg” é utilizado clinicamente para designar qualquer carcinoma metastático ovariano derivado de outra malignidade primária. Acomete principalmente mulheres na pré‐menopausa, sendo a idade média de diagnóstico 45 anos.

Relato de caso: 78 anos, com sangramento vaginal após 30 anos de amenorréia, associado a dor em fossa ilíaca direita (FID). Ao exame clínico observava‐se massa na FID de grandes dimensões. Ultrassom transvaginal: imagem anexial direita de contornos regulares, textura heterogênea, com septações finas, volume 431cm3. Ressonância nuclear magnética de pelve: formação expansiva em região anexial direita de contornos bem definidos e imagens císticas multisseptadas de 15,7×13×11,3cm. Endoscopia digestiva alta sem lesões neoplásicas. Colonoscopia: neoplasia de ceco com 5cm de diâmetro. Foi submetida à colectomia direita oncológica com anastomose ileocolônica termino terminal e salpingooforectomia direita. Anatomopatológico: adenocarcinoma tubular invasivo de ceco, infiltrando toda parede colônica e invadindo omento; metástases em 2/13 linfonodos; adenocarcinoma tubular ovariano, compatível com o diagnóstico de lesão ovariana metastática com sítio primário colônico (Tumor de Krukenberg). Pós operatório sem complicações, referenciada para terapia adjuvante com a oncologia clínica.

Discussão: O tumor de Krukenberg é um diagnóstico raro, representa 1‐2% de todos os tumores ovarianos. O estômago é o sítio primário mais comum (70%), seguido de cólon, apêndice e mama. História de carcinoma prévio ao diagnóstico do Krukenberg é obtida apenas em 20‐30% dos casos, muitas vezes o sítio primário fica desconhecido. A taxa de mortalidade é alta, e a sobrevida média é de 14 meses após o diagnóstico. O tratamento ideal depende das particularidades de cada caso, porém, quando as metástases estão limitadas aos ovários a ressecção cirúrgica radical aumenta o tempo de sobrevida global.

Conclusão: Na presença de metástases ovarianas é importante descartar neoplasia primária cólon retal.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools