Journal Information
Vol. 39. Issue S1.
Pages 13-14 (November 2019)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 39. Issue S1.
Pages 13-14 (November 2019)
281
DOI: 10.1016/j.jcol.2019.11.024
Open Access
Tumor de krukenberg decorrente de adenocarcinoma sincrônico de colón em paciente jovem
Visits
...
L.A.N. Assis, Í.F.C. Amorim, E.A.W. Silva, L.R. Pelegrinelli, A.F.R. Zago
Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Uberaba, MG, Brasil
Article information
Full Text

Área: Doenças malignas e pré‐malignas dos cólons, reto e ânus

Categoria: Relatos de caso

Forma de Apresentação: Pôster

Objetivo(s): Tumor de Krukenberg (TK) é um raro adenocarcinoma ovariano de natureza metastática, majoritariamente do trato gastrointestinal. É difícil estimar sua ocorrência, mas sabe‐se que corresponde a 1% a 2% de todos os tumores ovarianos. Destaca‐se que o câncer gástrico e o câncer colorretal, juntos, representam aproximadamente 90% dos sítios primários do TK. O objetivo deste relato de caso consiste descrever os aspectos clínicos, laboratoriais e tratamento do TK em uma paciente jovem.

Descrição do caso: LMFS, 27 anos, feminino, admitida no serviço de Urgência Ginecológica do HC‐UFTM devido a quadro de distensão e dor abdominal, principalmente em região hipogástrica, com ultrassom de abdome total evidenciando cisto multisseptado na região pélvica com volume aproximado de 1131cc e ascite de pequeno volume. Na admissão, realizado novo ultrassom de abdome total e pelve com doppler que visualizou lesão cística grande, multiloculada, com septações grosseiras, apresentando fluxo ao doppler, com volume 3266cm3. Realizado também tomografia de abdome total com mesmos achados, acrescido de hidronefrose ipsilateral e linfonodomegalias heterogêneas retroperitoneais periaórticas. Exames laboratoriais Ca 125: 128,5/Ca 19‐9: 0,6/CEA: 4,86. Solicitado avaliação da coloproctologia que solicitou videocolonoscopia evidenciando lesão vegetante, de superfície irregular, ocluindo quase completamente a luz do órgão, friável, localizada a 30cm da borda anal. Submetida a retossigmoidectomia em oncologia associado a ooforectomia bilateral; anatomopatológico compatível com adenocarcinoma moderadamente diferenciado do cólon esquerdo (2 lesões, tumor sincrônico e ovário esquerdo apresentando metástase de adenocarcinoma de sítio primário intestinal). Encaminhada para oncologia clínica e encontra‐se em esquema quimioterápico.

Discussão: A história natural dos TKs condiz com uma clínica inespecífica e pobre em sintomas, apresentando muitas das vezes como manifestação inicial alterações gastrointestinais. Dentre esses, destacam‐se a dor, distensão abdominal e ascite, todos eles observados na paciente descrita. O tumor é caracterizado pela presença de células produtoras de mucina com aspecto de “anel de sinete”. Exames de imagem, análise sérica de marcadores tumorais como o CA 125 e achados histológicos auxiliam o diagnóstico. Quanto ao acometimento ovariano é sabido que o comprometimento bilateral é mais comum, independentemente do sítio primário. No entanto, têm‐se melhor prognóstico em tumores unilaterais e de origem colorretal. O tratamento do TK envolve distintos momentos, cirúrgico e quimioterápico.

Conclusão: O TK é um raro adenocarcinoma metastático ovariano. O prognóstico é desfavorável e as taxas de sobrevida são bastante reduzidas. No entanto, é possível, assim como representado neste caso, prolongar a sobrevida da paciente através da abordagem correta e do seguimento rigoroso.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools