Compartilhar
Informação da revista
Vol. 38. Núm. S1.
Páginas 4 (Outubro 2018)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 38. Núm. S1.
Páginas 4 (Outubro 2018)
P08
DOI: 10.1016/j.jcol.2018.08.011
Open Access
ASSOCIAÇÃO DE POLIPOSE ADENOMATOSA FAMILIAR COM HIPERPLASIA REGENERATIVA NODULAR: A PROPÓSITO DE UM CASO
Visitas
...
Miguel Mascarenhas Saraiva, Emanuel Dias, Helder Cardoso, Guilherme Macedo
Serviço de Gastrenterologia, Centro Hospitalar de São João, Faculdade de Medicina, Porto, Portugal
Informação do artigo
Texto Completo
Baixar PDF
Estatísticas
Texto Completo

A polipose adenomatosa familiar (PAF) é um distúrbio autossômico dominante, causado por uma mutação no gene APC. Uma variedade de manifestações extraintestinais, incluindo tireóide, tecidos moles e tumores cerebrais já foi descrita anteriormente.

Aqui, relatamos o caso de um homem de 59 anos com diagnóstico de PAF atenuada desde os 45 anos, geneticamente confirmado. Ele apresentou astenia e perda de peso. Ao exame físico, a esplenomegalia era evidente. Exames de sangue revelaram pancitopenia e função hepática preservada.

O paciente não apresentava histórico de doenças hepatobiliares, com exceção de um ampuloma tratado cirurgicamente aos 36 anos de idade.

Foi realizada biópsia hepática, que mostrou achados sugestivos de hiperplasia regenerativa nodular (NRH). A ultrassonografia com Doppler e a tomografia computadorizada excluíram a presença de trombose da veia porta. A endoscopia digestiva alta revelou a presença de varizes esofágicas. No ano seguinte, ele apresentou sangramento de varizes, que foi tratado com ligadura de banda e encefalopatia hepática.

A NRH é uma condição hepática rara, caracterizada pela transformação benigna disseminada do parênquima hepático em pequenos nódulos regenerativos. A NRH pode se desenvolver por causas autoimunes, hematológicas, infecciosas, neoplásicas ou relacionadas à droga. Até onde sabemos, este é o primeiro caso relatado de NRH ocorrendo em um contexto de FAP. Considerando a diversidade de manifestações extraintestinais associadas à PAF (principalmente envolvendo processos hiperplásicos ou neoplásicos) e a base proliferativa da NRH, uma associação entre essas condições é plausível.

Idiomas
Journal of Coloproctology

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
en pt
Cookies policy Política de cookies
To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.